Obrigado Cize - Site Especial Cesária Évora - SAPO Cabo Verde

Lura, cantora

"Tive vários momentos especiais com a Cesária Évora, aliás os momentos com ela são sempre especiais. Cantei em eventos com ela e a convite dela, a primeira vez foi em 2002, num espectáculo chamado ‘Cesária and Friends’.

Lura fala da primeira experiência de partilhar o palco com a 'Diva dos Pés Desclaços'. Foi "uma óptima convivência, o respeito sublime da sua parte, que nos tratava como filhos." "Recordo-me do primeiro contacto com a sua voz, eu devia ter 12, 13 anos, quando ouvi-a cantar ‘Bia de Lulutcha’, e na altura perguntei à minha mãe quem era aquela cantora, que voz era aquela. Anos mais tarde, quando fui de férias a São Vicente com a minha mãe queria conhecê-la, e foi quando recebi um convite para ir a casa dela comer uns percebes."

"Ela já me tinha ouvido cantar ‘Nha Vida’. Fiquei extasiada. Sinto-me privilegiada com o carinho, o seu respeito infindável , apesar de todo o sucesso mundial." "Cesária é uma força da natureza. Tenho pena que ela deixe de cantar, pelos problemas de saúde e o cansaço, mas por outro lado ela vai ter tempo para estar com os amigos.

"Não vai ter andar mais de aeroporto em aeroporto. Mas ela é uma força da natureza, o cansaço é só físico." "O dueto que gravei com ela o ano passado, "Moda bô", é uma dedicatória, uma declaração de amor à senhora que ela é, que já mostrou ao mundo toda a sua qualidade, feita por outra que está agora a começar, numa relação de mãe e filha."